Tendência: mesas imperiais em casamentos

Tendência: mesas imperiais em casamentos

As mesas imperiais ou comunitárias podem comportar até 40 convidados

Embora a opção por mesas imperiais ainda não seja muito comum no Brasil, há cada vez mais noivos escolhendo esse tipo de arrumação para as suas festas. Especialistas afirmam que o clima da cerimônia fica mais descontraído e seus convidados acabam interagindo mais entre si. Eles também acreditam que não há interferência da mesa sobre os estilos temáticos da cerimônia; segundo eles, as mesas imperiais se adequam a todos os tipos de festas, sejam elas rústicas chic,  vintage,  bohochic ou clássicas.

As mesas compridas, que também podem ser chamadas de comunitárias, comportam até 40 pessoas, mas o ideal é que ela esteja presente em festas com mais de 200 pessoas, para que o espaço não fique vazio demais.

Marcador de lugares

Uma das vantagens das mesas imperiais é a praticidade e facilidade em marcar os lugares. Mas é preciso marcar bem cada lugar, pois, do contrário, o momento de sentar os convidados pode ser um pouco caótico. Opte por colocar nas pontas da mesa grupos de pessoas que já se conhecem, para que o último da mesa não se sinta deslocado.

Outra vantagem é o impacto que causará com o seus convidados. Como o uso das mesas imperiais aqui no Brasil ainda é raro, as pessoas se surpreenderão com a criativa arrumação. Além disso, a mesa dá um efeito espetacular à decoração. Confira as fotos!

16-min

19-min

49-min

Uma desvantagem é que muitos espaços de festa ainda não tem o mobiliário para esse tipo de arrumação. Assim, pode ser que você encontre uma maior dificuldade de adaptar o restante da decoração à mesa imperial.

 

Leia também: 

O planejamento do casamento perfeito: o roteiro que você precisava para a organização de sua cerimônia.

Fuja do tradicional: 4 lugares inusitados para você fazer a festa do seu casamento.

10 tipos de copos e taças para serem usados em um evento de gala: Confira a nossa lista e descubra para qual bebida cada um serve.


Ruth Dourado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *