Como transformar a decoração da sua casa usando almofadas

Como transformar a decoração da sua casa usando almofadas

As almofadas nem sempre recebem a devida importância que merecem, por se tratar de um acessório, muitas vezes ela passa despercebida.  

Esse objeto decorativo é essencial na decoração de quem quer um ambiente bonito e confortável. Dependendo dos modelos e materiais, podem ter um visual casual, moderno ou clássico.

Para acertar na escolha, é importante adequar o tipo de almofada aos demais objetos do ambiente.

Com o objetivo de te ajudar nessa tarefa, selecionamos alguns tipos de almofadas que podem compor sua decoração, confira:

Lisas

Se encaixam muito bem em qualquer ambiente, combinam com tudo. Cores vivas e alegres levam alegria ao lugar, porém se o seu estilo for mais discreto, prefira as cores neutras e frias, como branco, cinza ou bege, que decoram sem poluir. 

Sofá com almofadas e um azul Foto gratuita

 

Estampadas

É ideal para ambientes de cores claras. A mistura das estampas com paredes e móveis coloridos combinam muito bem. Porém é preciso ter cuidado com a combinação de cores, para não ficar muito poluído. Combinar as estampadas com as lisas, também é uma ótima pedida.  

Sofá com muitas almofadas Foto gratuita

 

Futon

Chegaram para inovar e encantar, é uma nova tendência que está tomando conta das casas. Os futons são de origem asiáticas, compostos por almofadas, pufes e colchões que ficam bem em todos os ambientes.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                Existem muitos modelos, em diversas cores, estampas e tecidos e podem ser utilizados de diversas maneiras, agregando no conforto e dando alegria a decoração.

Imagem relacionada

 

Almofadas são incríveis não? Decorar a casa de forma aconchegante é super possível.


Ruth Dourado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *